CLT x PJ x Autônomo

Compare os principais custos de contratação em cada uma dessas modalidades

Sou CLT

Ganho bruto
Ganho líquido ***
Pra receber o mesmo líquido preciso ganhar bruto **
Custo para contratante

Tenho CNPJ

Ganho bruto
Ganho líquido ***
Pra receber o mesmo líquido preciso ganhar bruto
Custo para contratante

Sou autônomo

Ganho bruto
Ganho líquido ***
Pra receber o mesmo líquido preciso ganhar bruto
Custo para contratante

* Preenchimento obrigatório / ** Incluído férias e 13º / *** Os valores podem variar de acordo com o tipo de atividade exercida e regime tributário

Sobre o Cálculo

Quando trabalhamos com carteira assinada, na modalidade CLT, recebemos diversos benefícios além de nosso salário mensal, como: férias, décimo terceiro salário, FGTS, vale transporte, vale refeição, etc. Alguns destes benefícios podem ter um valor de desconto em nosso holerite mensal e outros acabam sendo considerados integralmente como custo para a empresa que nos contrata. Mensalmente, também possuímos alguns descontos com base em nosso salário, um exemplo é o INSS e o Imposto de Renda. Estes valores são pagos diretamente pelo contratante, mas são descontados em nosso holerite, mensalmente.

A calculadora da Contabilizei, considera os benefícios de férias, 13º salário e FGTS, além do salário bruto mensal. O valor deles foi dividido por 12 meses, para que você possa entender o valor líquido que recebe mensalmente estando contratado na modalidade de CLT. Quando a soma dos benefícios ultrapassam os valores de descontos em nosso salário, você perceberá que seu salário líquido mensal será maior que o seu salário bruto. A partir de um determinado valor de salário bruto, os descontos passam a ser maiores do que a soma destes outros recebimentos, o que faz com que seu salário líquido ao final de cada mês seja menor do que seu salário bruto.

Vale lembrar que o cálculo apresentado para a modalidade de pessoa jurídica, quando você trabalha com um CNPJ, está considerando o regime tributário do Simples Nacional, anexo 3, com alíquotas iniciais em 6%. Além do valor mensal de imposto, você como sócio da empresa deverá recolher o INSS sobre o seu salário, que deve ser pelo menos de um salário mínimo, valor que fixamos em nossa calculadora.

As atividades que você vai exercer, a cidade que você se localiza e o regime tributário da empresa contratante e o da sua própria empresa, podem fazer com que os números apresentados varie, então é importante analisar todas essas questões para otimizar ainda mais o seu recebimento líquido no final de cada mês.

Abrir empresa

Abra a sua empresa grátis e tenha um serviço de contabilidade totalmente online